Transferência de Titularidade da Cátedra Luiz de Queiroz

Roberto Rodrigues, atual titular da Cátedra, e Marcos Sawaya Jank, futuro titular (crédito: divulgação)

Em ato a ser realizado na sequência da Cerimônia de Posse do Diretor e Vice-Diretor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP), acontecerá a Transferência de Titularidade da Cátedra Luiz de Queiroz – Ciclo 2019. Desde outubro de 2017, ocupa a Cadeira, seu primeiro titular, o ex-ministro Roberto Rodrigues (Ciclo 2017/2018).

A Cátedra é uma cadeira voltada para a discussão e realização de atividades que promovam reflexões interdisciplinares, em nível regional, nacional e internacional, sobre temas relativos ao desenvolvimento e sustentabilidade de Sistemas Agropecuários Integrados e suas aplicações com o ambiente e com a sociedade.

Dessa forma, no dia 17 de janeiro de 2019, no período da tarde, assumirá esse posto o engenheiro agrônomo Marcos Sawaya Jank, cuja indicação foi aprovada pela Congregação da Esalq, em 12 de dezembro de 2018. No Ciclo 2019, Jank desenvolverá temática voltada para projetos e propostas de políticas e ações públicas e privadas que ampliem a inserção internacional competitiva e sustentável dos Sistemas Agropecuários Integrados brasileiros no mundo.

Outros dois momentos irão compor o ato de Transferência da Cátedra: o Primeiro Titular da Cátedra, Roberto Rodrigues, será homenageado pelo final do Ciclo 2017/2018, pela Diretoria da Esalq; em seguida, Rodrigues fará o lançamento do livro sob sua organização “Agro é paz: análises e propostas para o Brasil alimentar o mundo”.

Marcos Sawaya Jank

Engenheiro Agrônomo formado pela Esalq/USP em 1984, com Mestrado em Politica Agrícola pelo Institut Agronomique de Montpellier, França, em 1988, Doutorado em Administração pela FEA/USP em 1996, Pós-Doutorado pela University of Missouri-Columbia (2000) e Georgetown University (2001) nos Estados Unidos e Livre Docência pela Esalq/USP em 2002.

É presidente da Aliança Agro Ásia-Brasil (Asia Brazil Agro Alliance - ABAA), iniciativa que reúne entidades exportadoras (ABIEC, ABPA e UNICA) com o objetivo de aprimorar a representatividade do agronegócio brasileiro nos países asiáticos.

Foi Diretor de Assuntos Corporativos da BRF para a região Ásia-Pacífico, Presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Presidente do Instituto de Estudos do Comércio e das Negociações Internacionais (ICONE) e Especialista em Integração e Comércio no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington.

É conselheiro de diversas empresas e organizações no País e no exterior, tendo liderado projetos do Banco Mundial, FAO, PNUD e OCDE. Atualmente, integra o Conselho do International Food Policy Research Institute (IFPRI) em Washington. Entre 1989 e 2007, foi Professor Associado da Universidade de São Paulo (USP), na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), no Instituto de Relações Internacionais (IRI) e no Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq/USP, onde lecionou durante 13 anos.

Acumula mais de dez anos de vivência no exterior, entre Europa, Estados Unidos e Ásia. Entre os reconhecimentos de sua carreira estão: 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro em 2012, 2014 e 2018 (Revista Dinheiro Rural); Prêmio ABERJE 2011 pela melhor campanha de comunicação corporativa do País (projeto de comunicação da cadeia sucroenergética brasileira) e “Engenheiro Agrônomo do Ano” pela AEASP em 2007.

Texto: Alicia Nascimento Aguiar | MTb 32531 | 07.01.2019