COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DO LEMI

International Network of Irrigation Testing Laboratories (INITL)
        A INITL atualmente é constituída por 18 laboratórios localizados em 17 países, sendo liderada por Bruno Molle (Diretor do Laboratoire D´essais et de Recherche dês Matériels D´irrigation - LERMI/IRSTEA, Aix en Provence, França). O Laboratório de Ensaios de Material de Irrigação (LEMI/ESALQ/INCTEI) é um dos laboratórios membros desta rede e vem coordenando comparações interlaboratoriais juntamente com o laboratório francês. Estas comparações consistem em selecionar amostras a serem ensaiadas por todos os laboratórios membros da rede. Os resultados são confrontados a fim de verificar a homogeneidade dos métodos de ensaio adotados pelos laboratórios. Estes ensaios também constituem uma oportunidade para intercâmbio de experiências e aprimoramento de métodos e estruturas de ensaio. 

        Um primeiro esforço dos membros da INITL é padronizar procedimentos de cálculo e modelos de relatórios de ensaio apresentados com o logotipo da rede de laboratórios. Para isso, uma primeira tentativa foi elaborada para o processamento de dados de ensaio de distribuição radial de aspersores e emissão de relatórios de ensaio. O aplicativo WEB ainda está em fase de testes e encontra-se disponível em: http://143.107.212.131/initl/

 

LEMI - Cooperação internacional
        O Laboratório de Ensaios de Material de Irrigação (LEMI) foi criado através do INCTEI e, em 2012, o LEMI tornou-se membro da International Network of Irrigation Testing Laboratories (INITL). Esta aliança vem assegurando o estreitando de relações entre os 18 laboratórios membros da INITL e tem como principais finalidades (1) criar oportunidades para cooperação em termos de métodos e infra-estrutura de ensaios de equipamentos de irrigação e (2) criar oportunidades para realização de pesquisas inter-institucionais bem como intercâmbio de estudantes e pesquisadores. 
        O primeiro resultado direto desta aliança consistiu no envio de um pesquisador do INCT-EI para o laboratório francês LERMI/IRSTEA. O pesquisador (Dr. Antonio Pires de Camargo) desenvolveu o trabalho intitulado “Avaliação dos efeitos da obstrução de emissores na hidráulica de linhas laterais: Protocolo para monitoramento e detecção”, cujos resultados dão suporte a possibilidade de detecção dos problemas de obstrução em estágios iniciais de ocorrência. Através do monitoramento hidráulico de linhas laterais por meio do protocolo proposto, torna-se possível o emprego de ações corretivas que possibilitam a desobstrução das linhas laterais e emissores, resultando no prolongamento da vida útil de linhas laterais. Os pesquisadores do LERMI/IRSTEA demonstraram interesse em dar continuidade a esta pesquisa, sendo que em julho 2013 outro pesquisador do INCT-EI (Dr. Marinaldo Ferreira Pinto) irá para a França com a missão de otimizar o método proposto a fim de viabilizá-lo para uso em áreas irrigadas comerciais. Este pesquisador também terá contato com aplicativos computacionais utilizados para simulação/desenvolvimento de equipamentos de irrigação como aspersores, microaspersores e gotejadores. Espera-se que este item propicie fundamentos básicos que permitam a realização de pesquisas inovadoras em Engenharia de Irrigação relacionadas ao desenvolvimento de emissores. 
        No âmbito da INITL, o LEMI/INCT-EI juntamente com o LERMI/IRSTEA estão coordenando a realização de ensaios de proficiência, sendo que amostras de aspersores e gotejadores já foram ensaiados por ambos os laboratórios e estão sendo encaminhadas para os outros membros da rede. Os ensaios de proficiência constituem uma importante oportunidade para comparação de métodos e resultados de ensaio, bem como permite a troca de experiências e o aperfeiçoamento da infra-estrutura e rotinas de ensaio de material de irrigação. Questões divergentes que poderão emergir a partir desta troca de experiência abrirão caminho para a realização de pesquisas inter-institucionais, criando a oportunidade de parcerias e intercâmbio de pesquisadores e estudantes. A primeira evidência destas oportunidades refere-se a uma norma ISO visando estabelecer procedimentos de ensaio para avaliação da sensibilidade de emissores a obstrução (Comitê ISO/TC 23/SC 18/WG 5), na qual o diretor do LERMI/IRSTEA é o líder e está tomando as providências cabíveis para que um pesquisador do INCTEI integre este Comitê ISO. Acerca desta norma, existem divergências entre os membros do Comitê, sendo que um projeto de pesquisa está sendo planejado visando esclarecer alguns tópicos a fim de dar suporte técnico/científico à referida norma. Este projeto deverá incluir pesquisas a serem conduzidas no INCTEI e/ou IRSTEA, por estudantes de mestrado e doutorado da ESALQ, sob orientação técnica de pesquisadores do INCTEI e do IRSTEA. Em outubro de 2013 virá ao INCTEI uma pesquisadora do LERMI/IRSTEA para visitar a estrutura do INCT-EI/ESALQ e discutir o projeto em questão.
        A estreita relação estabelecida entre o LEMI/INCTEI e o LERMI/IRSTEA, em um curto intervalo de tempo já apresentou três propostas de pesquisa relacionadas ao aperfeiçoamento de infra-estrutura e métodos para ensaio de emissores quanto à sensibilidade a obstrução e para ensaio automatizado de aspersores. Duas das propostas apresentadas já constituem objeto de pesquisa de doutorado de estudantes da ESALQ, sendo que a terceira proposta de pesquisa aguarda o ingresso de estudantes no segundo semestre de 2013. Além disso, em julho de 2013 uma estudante de doutorado irá para a França desenvolver parte de sua tese sob suporte técnico e co-orientação dos pesquisadores do LERMI/IRSTEA. 



 

     

Copyright © , Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Engenharia da Irrigação (INCT-EI)
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Engenharia da Irrigação (INCT-EI)
Av. Pádua Dias, 11 - Vila Independência - Piracicaba - SP - CEP : 13418260
Tel.: (19) 34478562 - e-mail: angelads@usp.br - webdesigner: tuon@usp.br