ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO




Inauguração do Memorial Eurípedes Malavolta

    Enviado em 10/05/2012 às 16:05:20

Nesta sexta-feira, 11 de maio, às 18h, no Departamento de Ciência do Solo (LSO), da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (USP/ESALQ), será inaugurado o Memorial Eurípedes Malavolta. A iniciativa é do Grupo de Apoio à Pesquisa e Extensão (GAPE), em deferência ao professor que ocupou o cargo de diretor da Escola entre os anos de 1964 e 1970.

Segundo Godofredo César Vitti, docente do LSO e coordenador do GAPE, a ação teve início quando José Peres Romero, engenheiro agrônomo formado na Escola em 1952, adquiriu junto à família do professor Malavolta seu acervo, uma coleção de mais de mil livros das áreas de nutrição mineral de plantas, fertilidade do solo, adubos e adubação e nutrição de culturas de interesse econômico. Na sequência, Romero doou o acervo ao GAPE. "O professor Malavolta foi o precursor no Brasil da área de Nutrição Mineral de Plantas. Graças a ele temos toda essa evolução no campo da fertilização. Por isso, não podemos esquecer do seu legado. Precisamos divulgar quem ele foi e demonstrar a gratidão que temos", comenta o professor Vitti.

Durante a cerimônia, será descerrada uma placa comemorativa e o acervo estará aberto aos estudantes da ESALQ e membros da comunidade interessados nas áreas envolvidas às ciências do solo.

Vida e obra - Nascido em 13 de agosto de 1926, em Araraquara (SP), Eurípedes Malavolta concluiu a graduação em Engenharia Agronômica na ESALQ em 1948 e, no ano seguinte, já fazia parte do corpo docente da Escola. Em 1951 concluiu a Livre Docência e, em 1958, obteve a Cátedra de Química Orgânica e Química Biológica. Foi pesquisador associado na Universidade da Califórnia, Berkeley com bolsa da Fundação Rockefeller (1952-53). Na Kearney Foundation of Soil Science trabalhou como professor visitante do ano de 1959-60. Foi eleito membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC) em 1964 e na Academia de Ciências do Estado de São Paulo desde 1972. No de 1998, foi condecorado como Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, pela Presidência da República do Brasil.

Foi membro honorário da Sociedade Colombiana de Ciências do Solo desde 1993, da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo a partir de 1995, da Sociedade Internacional de Ciência do Solo e da Third World Academy of Sciences desde 1997. Foi representante do Brasil na Conferência das Nações Unidas sobre Ciência e Tecnologia em Benefício das Áreas menos Desenvolvidas, em Genebra no ano de 1963. Foi conselheiro do CNPq e do Conselho Estadual de Educação de São Paulo de 1972 a 1975. É editor permanente da revista norte-americana Communications in Soil Science and Plant Analysis.

O professor foi diretor da ESALQ em um dos mais difíceis períodos da vida política brasileira, entre os anos de 1964 e 1970. Como diretor, implantou a pós-graduação na Escola, a primeira de toda a Universidade. O mestrado começou em 1964 e depois, em 1970, teve início o doutorado. Malavolta foi um dos fundadores do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) e ainda diretor do Instituto de Física e Química de São Carlos (USP), no período de 1972/1975.

Aposentou-se em 1984 e, desde então, atuou como pesquisador permissionário no CENA. Publicou 45 livros (em português, espanhol, inglês, hindi e chinês) e reúne 823 trabalhos de pesquisas, publicados no Brasil e no exterior. Orientou 40 dissertações de mestrado e 64 de doutorado na área de Agronomia. Recebeu 11 prêmios e homenagens. Em 2004 foi agraciado com o Título de Cidadão Piracicabano, pela Câmara Legislativa local. No mesmo ano, foi condecorado pela USP, durante as festividades de 70 anos da Universidade São Paulo, como uma das maiores celebridades.

Em 2007, recebeu seus dois últimos prêmios. Foi homenageado com a Medalha Antonio Carlos Moniz pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) e com o título de Engenheiro Agrônomo Emérito, pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado de São Paulo (Aeasp). Faleceu em 19 de janeiro de 2008.

Texto: Alicia Nascimento Aguiar e Caio Albuquerque
10/05/2012

 

 

Eurípedes Malavolta (1926-2008)
Crédito: Paulo Soares

  

 

Copyright © 2010, CIAGRI/USP ESALQ/USP