ESALQ Home Page USP OnLine Página Principal Sobre o Site... Sobre o Projeto... Educação Ambiental Sobre o Parque... As Trilhas do Parque
  Árvores Medicinais

  Angico-Branco

  Anadenanthera colubrina (Vell.)Brenan var.

colubrina
Sinon.: Mimosa colubrina Vell., Piptadenia colubrina (Vell.) Benth.
Família: MIMOSACEAE
Nomes comuns: cambuí-angico, cambuí, moró, brinco-de-saoim.

 CARACTERÍSTICAS GERAIS
Árvore de até 25 m de altura. Tronco desprovido de espinhos, com casca de coloração pardo-escura e lisa. Folhas recompostas, bipinadas, foliólulos opostos, oblongo-lineares, com nervura principal proeminente, margem levemente cilíndrica. Flores brancas e pequenas, reunidas em panículas no ápice dos ramos.Fruto legume, muito alongado, achatado, com uma ligeira constrição entre as lojas das sementes.









OBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCI
AS
Espécie decídua, pioneira. Característica da mata secundária de regiões acima de 400m de altitude. Ocorre desde o Maranhão até a Argentina e Goiás.


USOS POPULARES
Casca de sabor amargo, com propriedades de ser adstringente, depurativa, hemostática, além de ser útil nas doenças sexuais, com ação sobre as fibras do útero. Também é util nas afecções pulmonares e das vias respiratórias.

Flor:  Novembro a janeiro
Fruto: Fevereiro a julho








Voltar
   
ESALQ Home Page USP OnLine