Critérios de seleção

Mestrado

A inscrição será realizada para as 13 vagas abertas.

O processo seletivo consistirá de duas etapas.

Na primeira etapa todos os candidatos serão submetidos a uma prova escrita, eliminatória e única, abordando temas técnicos da área (peso 6,0) e de questões obrigatórias de conceitos e conhecimentos básicos considerados como fundamentais para candidatos ao título de Mestre em Ciências com área de concentração em Engenharia de Sistemas Agrícolas. Haverá também uma redação (peso 4,0) sobre uma proposta de pesquisa, com base na vaga para a qual a inscrição foi realizada.

Não há indicação de uma bibliografia específica, mas sugere-se atenção aos temas: fundamentos básicos de Matemática e Física, sistemas de unidades (conversão de unidades), conceitos de instrumentação e automação. A nota mínima para aprovação é 6,0 (seis).

A segunda etapa consistirá de uma arguição conjunta sobre a análise do Histórico Escolar, Currículo Lattes e cartas de recomendação, sendo considerada a participação do candidato em atividades de iniciação científica e a sua produção científica. Os currículos dos candidatos serão pontuados de acordo com os seguintes itens:

  1. Histórico escolar da graduação, serão concedidos 3,0 pontos para média geral 8,6 – 10,0; 2,0 pontos para média geral 7,1 – 8,5 e 1,0 ponto para média geral 5,0 -7,0. A cada reprovação haverá uma penalização de 0,2 pontos na nota final do histórico escolar.
  2. Estágios com bolsa de iniciação científica outorgada por agências de fomento; atividades comprovadas de extensão; participação comprovada em projetos de pesquisa com pontuação máxima igual a 3,0, será concedido 0,5 ponto para cada 6 meses (Obs.: deixar evidente cada atividade no Currículo Lattes).
  3. Trabalhos apresentados em reuniões científicas correlatas ao programa, com pontuação máxima de 2,0, será concedido 0,3 ponto por trabalho completo, 0,2 ponto por resumo expandido ou 0,1 ponto por resumo.
  4. Produção técnica (produto, processo ou técnica, patente, registro, aplicativo, software), com pontuação máxima de 2,0, será concedido 0,5 ponto para cada item.
  5. Artigos publicados ou aceitos para publicação, ambos em periódicos indexados, com pontuação máxima de 3,0, será concedido 1,0 ponto por artigo.
  6. Livro ou capítulo de livro com ISBN, com pontuação máxima de 1,0, sendo concedido 0,5 ponto para cada item. 

As duas etapas do processo seletivo para o Mestrado terão caráter classificatório, com valores de zero (0,0) a dez (10) a partir da média dos valores obtidos nessas etapas, que definirão a classificação (em ordem decrescente). A nota mínima para aprovação é 7,0 (sete). Caso haja mais de um candidato classificado para a mesma vaga, será utilizado como critério final de seleção a aderência da proposta de pesquisa apresentada na prova escrita à linha de pesquisa da vaga para a qual a inscrição foi realizada.

Doutorado

A inscrição será realizada para as 08 vagas abertas.

O processo seletivo consistirá de duas etapas.

A primeira etapa (Avaliação Curricular – baseada na Plataforma Lattes) analisará os currículos dos candidatos e serão pontuados de acordo com os seguintes itens:

  1. Histórico escolar do Mestrado, serão concedidos 3,0 pontos para média geral 8,6 – 10,0 (ou A); 2,0 pontos para média geral 7,1 – 8,5 (ou B) e 1,0 ponto para média geral 5,0 -7,0 (ou C).
  2. Estágios com bolsa de iniciação científica outorgada por agências de fomento; atividades comprovadas de extensão; participação comprovada em projetos de pesquisa com pontuação máxima igual a 2,0, será concedido 0,5 ponto para cada 6 meses (OBS: deixar evidente cada atividade no Currículo Lattes).
  3. Trabalhos apresentados em reuniões científicas em áreas correlatas ao projeto de doutorado, com pontuação máxima de 2,0, será concedido 0,3 ponto por trabalho completo, 0,2 ponto por resumo expandido ou 0,1 ponto por resumo.
  4. Produção técnica (produto, processo ou técnica, patente, registro, aplicativo, software), com pontuação máxima de 2,0, será concedido 0,5 ponto para cada item.
  5. Artigos publicados ou aceitos para publicação, ambos em periódicos indexados, com pontuação máxima de 3,0, será concedido 1,0 ponto por artigo.
  6. Livro ou capítulo de livro com ISBN, com pontuação máxima de 1,0, sendo concedido 0,5 ponto para cada item. 

Somente candidatos aprovados na Avaliação Curricular com nota igual ou superior a 7,0 (sete) seguirão para a segunda etapa (Exame de Ingresso).

A segunda etapa consistirá de um Exame de Ingresso, com apresentação oral do projeto de pesquisa (10 min), utilizando recurso audiovisual (apresentação em Power Point), seguida de arguição pela Comissão Examinadora. 

O exame visará avaliar a maturidade do candidato na pós-graduação, conhecimento em sua área de atuação e do projeto proposto, e será realizado em até 30 dias após a divulgação do resultado da primeira etapa. A data e horário do Exame de Ingresso, para cada candidato, serão divulgados no site do programa.  

Cada membro da Comissão Examinadora atribuirá uma nota (0 a 10) considerando a vinculação do projeto a uma das linhas de pesquisa do programa e sua adequabilidade ao programa de Doutorado, incluindo a originalidade da proposta e contribuição à área de pesquisa em que o projeto se insere e exequibilidade; e uma nota (0 a 10) considerando a apresentação oral e arguição.

Nessa etapa será considerado desclassificado o candidato que não obtiver nota igual ou superior a 7,0, atribuída pelos membros da Comissão.

As duas etapas do processo seletivo para o Doutorado terão caráter classificatório, com valores de zero (0,0) a dez (10). A média dos valores obtidos nestas etapas, definirá a classificação (em ordem decrescente). Caso haja mais de um candidato para a mesma vaga após a segunda etapa, o critério decisório será a aderência do plano proposto à linha de pesquisa da vaga para a qual foi realizada a inscrição.  

O resultado final dos candidatos aprovados será divulgado de acordo com o cronograma apresentado no edital.