Critérios de Seleção

O processo de seleção é composto de duas fases (classificatórias e eliminatórias).

1ª fase: desempenho no teste ANPAD ou GMAT ou GRE e análise do currículo da Plataforma Lattes

A primeira fase congrega duas etapas: desempenho no teste ANPAD ou GMAT ou GRE e análise do currículo da Plataforma Lattes.

Desempenho no teste ANPAD ou GMAT (Graduate Management Admission Test) ou GRE (Graduate Records Examinations)
As notas serão convertidas para a escala de 0 (zero) a 10 (dez), levando em consideração a nota máxima do teste apresentado para a inscrição.

Análise do currículo vitae da Plataforma Lattes
Os itens analisados no currículo Lattes serão: formação acadêmica, trabalhos publicados (artigos em periódicos), participação em congresso, participação em projetos de pesquisa ou extensão, prêmios e distinções recebidas. Apenas serão considerados para a análise do currículo Lattes os itens que tiverem cópia dos documentos comprobatórios dos últimos 4 anos. Os candidatos receberão pontuação de 0 (zero) a 10 (dez).

Os candidatos serão classificados de forma decrescente por meio da soma dos pontos obtidos no teste (ANPAD ou GMAT ou GRE) e na análise do currículo Lattes.

O resultado dos classificados para a segunda fase será divulgado neste site até o dia 26 de outubro de 2018.

2ª fase: prova específica, análise do projeto de pesquisa e arguição

A segunda fase se divide em três etapas: prova específica, análise do projeto de pesquisa e arguição.

Prova específica
A prova específica deverá ser dissertativa e o tema central será extraído do conjunto de artigos indicados para leitura. A prova será aplicada para todos os candidatos selecionados para a segunda fase, independente da linha de pesquisa a que estejam se candidatando. A duração máxima da prova será de 3 horas. Não será permitida a consulta durante a prova. A prova específica será aplicada no dia 26 de novembro de 2018 às 8h00min no Pavilhão de Economia e Sociologia (ver no mapa prédio no. 54), na sala BM&F (andar térreo do prédio). A prova do candidato será avaliada no sistema “blind review” por dois professores. Serão atribuídas notas de 0 a 10 (dez).  A nota final será obtida pela média aritmética das notas emitidas pelos dois professores avaliadores.

Bibliografia sugerida para a prova:

CHILD, John. Organizational structure, environment and performance: The role of strategic choice. Sociology, v. 6, n. 1, p. 1-22, 1972. (Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/John_Child/publication/249824307_Organization_Structure_Environment_and_Performance_The_Role_of_Strategic_Choice/links/54d0b5480cf298d656682223.pdf)

DRUCKER, Peter Ferdinand et al. The coming of the new organization. Havard business review. 1988. (Disponível em: http://secure.tutorsglobe.com/Atten_files/1286_ENG.pdf)

KAST, Fremont E.; ROSENZWEIG, James E. General systems theory: Applications for organization and management. Academy of management journal, v. 15, n. 4, p. 447-465, 1972.(Disponível em: http://www.communicationcache.com/uploads/1/0/8/8/10887248/general_system_theory-_applications_for_organization_and_management.pdf)

  POOLE, Marshall Scott; VAN DE VEN, Andrew H. Using paradox to build management and organization theories. Academy of management review, v. 14, n. 4, p. 562-578, 1989. (Disponívelem:https://www.researchgate.net/profile/Marshall_Poole/publication/260184814_Using_paradox_to_build_management_and_organization_theories/links/53ee1b360cf23733e80b2752.pdf)

PORTER, Michael E. The contributions of industrial organization to strategic management. Academy of management review, v. 6, n. 4, p. 609-620, 1981. (Disponível em: http://www.wiggo.com/mgmt8510/Readings/Readings1/Porter1981AMR.pdf)

TEECE, David J. et al. Dynamic capabilities and strategic management. Strategic management journal, v. 18, n. 7, p. 509-533, 1997. (Disponível em:  http://sjbae.pbworks.com/f/teece_pisano_shuen_1997.pdf)

TEECE, David J. Firm organization, industrial structure, and technological innovation. Journal of Economic Behavior & Organization, v. 31, n. 2, p. 193-224, 1996. (Disponível em: http://demo.uib.es/courses/seminars/teece.pdf)

Projeto de pesquisa
Os projetos de pesquisa serão enviados a dois professores para serem avaliados na forma “blind review”, antes das arguições. Serão atribuídas notas de 0 (zero) a 10 (dez). A nota final do projeto de pesquisa será obtida pela média aritmética das notas dos dois professores.

Arguição
O candidato será arguido por professores do PPGA/ESALQ/USP. A duração máxima da arguição será de 15 minutos. Não é necessária a apresentação do projeto de pesquisa, pois os professores já o terão lido. As arguições serão realizadas no dias 26 e 27 de novembro de 2018, mesmo local de realização da prova escrita (na sala BM&F no Pavilhão de Economia e Sociologia (ver no mapa prédio no. 56). As arguições iniciarão às 13h00min do dia 26 de novembro de 2018 (após a realização da prova escrita) e poderão terminar às 18h00min do dia 27 de novembro de 2018. Os candidatos serão divididos em horários de 15 minutos. A ordem das arguições independerá das classificações nas fases anteriores. A lista de candidatos com os horários e as datas específicas para a arguição será publicada até o término da prova escrita (mural na saída da sala BM&F). Os professores participantes nas bancas de arguição emitirão notas na escala de 0 (zero) a 10 (dez).  A nota final da arguição será obtida pela média aritmética das notas dos professores.

Essa segunda fase será composta de três notas finais. A primeira será a nota da prova específica, a segunda a média aritmética entre as notas do projeto de pesquisa e a terceira a média aritmética da arguição.

Resultado final
O resultado final será obtido pela média aritmética entre as notas do candidato nas duas fases do processo seletivo, seguindo os seguintes critérios: desempenho no teste ANPAD ou GMAT ou GRE (peso 0,2), análise do Currículo Vitae (CV) da Plataforma Lattes (peso 0,2), prova específica (peso 0,2), projeto de pesquisa (peso 0,2) e arguição (peso 0,2). As notas no teste ANPAD ou GMAT ou GRE serão convertidas para a escala de 0 e 10 (dez), seguindo o padrão das notas nas outras fases, a partir de critérios específicos do PPGA. Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem nota final no processo seletivo igual ou superior a 6,0. Serão considerados aceitos no mestrado os candidatos aprovados, pela ordem de classificação, para preenchimento do número máximo de 16 vagas por linha de pesquisa. O resultado final do processo seletivo será divulgado aqui até o dia 17 de dezembro de 2018.