Prevenção à ferrugem do cafeeiro

Autor: 
Fernando Dill Hinnah
Orientador: 
Paulo Cesar Sentelhas
Programa: 
Engenharia de Sistemas Agrícolas
Curso: 
Doutorado
Data da defesa: 
qui, 29/03/2018 - 08:00

 

Estudo realizou análises epidemiológicas que permitiram esclarecer quais variáveis ambientais influenciam no desenvolvimento da doença

Um estudo desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Engenharia de Sistemas Agrícolas, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq), poderá ajudar produtores de café no controle e prevenção da ferrugem do cafeeiro.

De autoria de Fernando Dill Hinnah e com orientação do professor Paulo Cesar Sentelhas, do departamento de Engenharia de Biossistemas, o estudo realizou análises epidemiológicas que permitiram esclarecer quais variáveis ambientais influenciam o seu desenvolvimento. Utilizando um banco de dados da evolução da doença e de medidas meteorológicas, verificou-se que a temperatura mínima e a umidade relativa do ar são as variáveis mais relacionadas com o desenvolvimento da ferrugem, gerando um modelo de previsão que resultou no melhor controle da doença.

 

Texto: Caio Albuquerque

 

Fernando Dill Hinnah
Fotos: acervo pessoal de Fernando Dill Hinnah