Linha do Tempo

Versão para impressãoEnviar por email

 

1849

  • Nascimento de Luiz Vicente de Souza Queiroz em 12 de junho.

 

1880

  • Casamento de Luiz de Queiroz e Ermelinda Ottoni.

1892

  • Luiz Vicente de Souza Queiroz doa ao Governo do Estado de São Paulo a Fazenda São João da Montanha.

 

1896

  • Lançamento da pedra fundamental do Edifício Central da Esalq.

 

1898

  • Falecimento de Luiz Vicente de Souza Queiroz em 11 de junho.

1900

  • Decreto no 863, de 29 de dezembro, cria a Escola Agrícola Prática de Piracicaba.
Ricardo Ernesto Ferreira de Carvalho

 

1901

  • Em 22 de janeiro Ricardo Ernesto Ferreira de Carvalho é nomeado o primeiro diretor.
  • O primeiro aluno a efetuar a matrícula no curso de Agronomia, em 1º de maio, foi Odilon Ribeiro Nogueira.
  • As aulas têm início em 3 de junho.
  • Em julho, José Amandio Sobral assume a diretoria.

 

1902

  • Luciano José de Almeida assume a diretoria.

1903

  • Fundação da Associação Atlética Acadêmica “Luiz de Queiroz” (AAALQ).
  • Formação da primeira turma de Agronomia, com 7 alunos.

 

1904

  • Francisco Dias Martins assume a diretoria.

1907

  • Inaugurado o Edifício Central.

 

1908

  • Clinton Smith assume a diretoria.
 

1909

  • Criação do Centro Acadêmico “Luiz de Queiroz” (CALQ).

 

1913

  • No mesmo ano, Emilio Castello e Leônidas Botelho Damásio ocupam o cargo de diretor.

 

1915

  • Instalação da linha de bondes. A primeira corrida aconteceu em 1916. Até essa data, os alunos seguiam de trole ou a pé.

 

1916

  • Tarcisio de Magalhães assume a diretoria.

1917

  • Criação do posto meteorológico.

 

1918

  • Francisco Tito de Souza Reis assume a diretoria.

 

1920

  • Construção da Usina de força.

 

1923

  • Antonio de Pádua Dias assume a diretoria.
  • A Copacabana é a primeira república de estudantes a ser criada.

 

1925

  • Pelo padrão do ensino e pelo princípio das atividades de pesquisa agrícola, a Escola é elevada a nível universitário, consagrando-se como uma das primeiras faculdades do País.

 

1926

  • Publicação da Revista de Agricultura.

 

1927

  • No mesmo ano, Mario Brandão Maldonado e José de Mello Moraes ocupam o cargo de diretor.

1931

  • A Escola recebe a denominação atual, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq).

1934

  • Junto com outras seis instituições de ensino superior do Estado de São Paulo, a Esalq dá origem à Universidade de São Paulo (USP), deixando de fazer parte da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

 

1936

  • Falecimento de Ermelinda Ottoni de Souza Queiroz em 7 de maio.

 

1939

  • Philippe Westin Cabral de Vasconcelos assume a diretoria.
  • Criação do Conselho Técnico Administrativo (CTA).

 

1940

  • O estudante Ismar Ramos criou o símbolo da AAALQ em 1931. Em 1940, o jornalista Delfim Rocha Neto batizou-o de “A Encarnado”.

 

1941

  • Alcides Di Paravicini Torres assume a diretoria.

 

1941 | 1942 | 1943

  • O time de futebol da AAALQ fatura o tricampeonato da cidade .

1943

  • Criação da Associação dos Ex-alunos da Esalq (Adealq).

1944

Publicação do primeiro volume dos "Anais da Esalq".

 

1945

  • Jayme Rocha de Almeida assume a diretoria.
  • O Edifício Central passa por uma expansão e ganha o 3º pavimento.

 

1948

  • Ruben de Souza Carvalho ocupa o cargo de diretor.

1951

  • Instalação do vitral no Edifício Central.

 

1953

  • Conclusão do Ginásio de Esportes do Campus.

 

1954

  • Walter Radamés Accorsi ocupa o cargo de diretor.

 

1957

  • Ocupam o cargo de diretor, neste ano, Érico da Rocha Nobre, Walter Ramos Jardim e José Benedicto de Camargo.
  • Em 6 de novembro, o governador Jânio Quadros estabelece a Semana “Luiz de Queiroz” por meio do Decreto n.o 30.057.

 

1960

  • Hugo de Almeida Leme assume a diretoria.
  • Esalq compra, por 2 milhões de cruzeiros, o ônibus Mercedes Benz modelo 0-321HL.

1962

  • Fundação da Casa do Estudante Universitário (CEU) "Prof. José Benedicto de Camargo".

1964

  • Inicia-se a pós-graduação da Esalq, a primeira da USP e a segunda no Brasil, levando a grau de mestre em Ciências, cobrindo as áreas de Estatística e Experimentação, Solos, Nutrição de Plantas, Fitopatologia, Genética e Melhoramento de Plantas, Mecânica, Motores e Máquinas Agrícolas.
  • Os restos de Luiz de Queiroz e da esposa Ermelinda Ottoni de Souza Queiroz (falecida em 1936) são enterrados no mausoléu, projetado por Arquimedes Dutra e construído em frente ao Edifício Central.

 

1966

  • Eurípedes Malavolta assume a diretoria.
  • Criação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), que nasce com objetivo de desenvolver e absorver técnicas e métodos nucleares, disseminando e aplicando-as em pesquisas agronômicas.
  • Nasce a Cupido, a primeira república estudantil feminina.

 

1967

  • Início do curso de Economia Doméstica, desativado em 1991.

 

1968

  • Criação do Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (Ipef).

 

1970

  • Fernando Galli assume a diretoria.
  • Reforma universitária da USP transforma 23 cátedras em 15 departamentos.

1972

  • Criação do curso de Engenharia Florestal.

 

1973

  • Credenciamento da pós-graduação pelo Conselho Federal de Educação.
  • 12 alunos se formam na primeira turma de Engenharia Florestal.

 

1974

  • Salim Simão assume a diretoria.

 

1976

  • Instituição da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq).

 

1978

  • Aristeu Mendes Peixoto assume a diretoria.

 

1981

  • Para fomentar pesquisas em biotecnologia foi criado o Centro de Biotecnologia Agrícola (Cebtec), atual Laboratório "Prof. Otto Jesu Crocomo".

1982

  • Joaquim José de Camargo Engler assume a diretoria
  • Criação do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

1984

  • Criação do Centro de Informática na Agricultura (Ciagri), atual Centro de Tecnologia da Informação "Luiz de Queiroz" (CeTI-LQ).
  • Criação do Museu Luiz de Queiroz.

 

1985

  • Instituída a Coordenadoria do Campus “Luiz de Queiroz”, atual Prefeitura do Campus USP “Luiz de Queiroz” (Pusp-LQ).

 

1987

  • Humberto de Campus assume a diretoria.

 

1991

  • João Lucio de Azevedo assume a diretoria.

1992

  • O Campus passa a denominar-se Campus “Luiz de Queiroz”.
  • A revista Scientia Agricola substitui os "Anais da Esalq".

 

1994

  • Cepea passa a fornecer o indicador do Boi Esalq/BM&F.

 

1995

  • Evaristo Marzabal Neves assume a diretoria.
  • Publicação do primeiro volume da Enciclopédia Agrícola Brasileira.
  • Criação da Licenciatura em Ciências Agrárias.

1996

  • Criação do Encontro de “Corais Luzes & Vozes” (Créditos: Gerhard Waller).

1997

  • Cultivo hidropônico de plantas é o título inaugural da Série Produtor Rural.

1998

  • Criação do curso de Economia Agroindustrial que, em 2003, passou a ser chamado de Ciências Econômicas.
  • Lançamento do selo comemorativo ao Centenário do falecimento de Luiz de Queiroz.

 

1999

  • Julio Marcos Filho assume a diretoria.

2001

  • Ano de centenário da Esalq.
  • Início do curso de Ciências dos Alimentos.
  • Criação da Associação dos Docentes Aposentados da Esalq (Adae).
  • Criação da Assessoria de Comunicação (Acom).

2002

  • Inauguração dos cursos de Gestão Ambiental e de Ciências Biológicas.

 

2003

  • José Roberto Postali Parra assume a diretoria.

 

2004

  • Criação da Comissão de Atividades Internacionais (CAInt).
  • Publicação da primeira edição do boletim Esalq Notícias e da revista Visão Agrícola.

 

2005

  • Formalização do 1.o programa de dupla-diplomação em engenharia agronômica Brasil-França.
  • Criação da Casa do Produtor Rural.

2006

  • O Edifício Central, o Parque e parte do conjunto que compõem o Campus “Luiz de Queiroz” foram tombados pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat).

 

2007

  • A Esalq é anunciada como a primeira das 7 maravilhas de Piracicaba.
  • Antonio Roque Dechen assume a diretoria.

2008

  • Formação do primeiro engenheiro agrônomo duplo-diplomado pelo convênio entre Esalq e instituições da França.

 

2009

  • Esalq passa a sediar os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) de Semioquímicos na Agricultura e de Engenharia de Irrigação.
  • Formação do Engenheiro Agrônomo nº 10 mil.

 

2010

  • Assinatura do Protocolo de Intenções para adesão da TV USP ao Canal Universitário de Piracicaba.

 

2011

  • José Vicente Caixeta Filho assume a diretoria.
  • Esalq completa 110 anos.

2013

  • Início do curso de Administração.

 

2014

  • 50 anos da PG da Esalq.

 

2015

  • Luiz Gustavo Nussio assume a diretoria.
  • A Esalq passa a adotar projeto institucional-social.

 

2016

  • A Esalq é classificada como uma das cinco melhores faculdades em Ciências Agrárias do mundo.
  • Lançamento da campanha AgTech Valley (Vale do Piracicaba), que conta com a participação da Esalq.
  • A Esalq/USP chega a 15 mil formados na graduação.

 

2017

  • Instalação da Cátedra Luiz de Queiroz de Sistemas Agropecuários.

2018

  • Banco com Luiz de Queiroz passa a compor o acervo escultórico da Esalq.

 

2019

  • Durval Dourado Neto assume a diretoria.

2020

  • A Congregação aprova a nova Identidade Visual da Esalq.

 

 

2021

  • Inauguração do Espaço Cultural Ermelinda Ottoni de Souza Queiroz, com instalação da estátua em bronze da homenageada.
  • Esalq completa 120 anos.
  • Revitalização do Portal Monumental da Esalq.

 

Atualizado: Abril/2022