Disciplina - detalhe

LCE5736 - Introdução à Estatística, Metrologia e Inteligência para Gestão


Carga Horária

Teórica
por semana
Prática
por semana
Créditos
Duração
Total
3
1
8
15 semanas
120 horas

Docentes responsáveis
Gabriel Adrian Sarries
Sonia Maria de Stefano Piedade

Objetivo
Introduzir os alunos no conhecimento de estatística, metrologia, informação e inteligência organizacional para utilização nos sistemas mundiais de gestão e certificação internacional da qualidade.

Conteúdo
1- Sistemas mundiais de gestão: 6 Sigma, Toyota, BSC, TQC, TQM, PNQ, etc. 2- Sistemas mundiais de Certificação de Qualidade, ISO (9000-Qualidade, 14000-Ambiental, 22000-Alimentos, 17025-Laboratórios, 65-Certificadoras, 27000-Informação, etc). Global GAP, FSC, Bonsucro-Raízen-TÜV, etc. 3- Inteligência organizacional (antecipativa e competitiva): aspectos estratégicos, táticos e operacionais. O Kaizen e o Kaikaku nas organizações: aspectos estatísticos e de gestão do conhecimento. 4- A Estatística, Metrologia, Sistemas de Informação e a Inteligência Organizacional nos sistemas de qualidade e na certificação internacional. 5- Conceitos estatísticos básicos: 5.1- Métodos estatísticos úteis em melhoria da qualidade: a) Estatísticas e distribuições amostrais; b) Estimação de parâmetros de processos; c) Testes de hipóteses para parâmetros de processos. 5.2- Controle estatístico de processos: a) Métodos e filosofias do controle estatístico de processos; b) Gráficos de controle para atributos; c) Gráficos de controle para variáveis; d) Análise de Capacidade de Processos (Capacidade Vs. uniformidade); e) As 7 Ferramentas do Controle Estatístico da Qualidade; f) As 7 Novas Ferramentas da Qualidade. 5.3- Delineamentos experimentais para qualidade e metrologia. 5.4- Amostragem de aceitação; a) Amostragem lote a lote por atributos; b) Aceitação por amostragem para variáveis; c) Outros procedimentos de aceitação por amostragem. 5.5- Estatística não paramétrica para a qualidade. 6- Técnicas da qualidade que demandam ferramental estatístico: QFD-Mitsubishi., FMEA/FTA-NASA, RCA- Root Cause Analysis, HACCP-NASA, DEMAIC-DFSS/6 Sigma, Lean Production, Lean Six Sigma, Just in Time, Kanban, etc. 7- Introdução à Estatística para Sistemas de Informação: DSS (estratégicos), ERP (Tácticos) e MRPs (Operacionais). Interação com ferramentas de bancos de dados: data crunching, data analysis e data mining. Manipulação de réplicas, utilização de macros, tabelas dinâmicas, funções lógicas, auto filtros, validação em bancos de dados, etc. Interação de bancos de dados com programas estatísticos: SAS – Quality Control, Winstat, SPSS, R, R Commander, R Action, SENP e PSPP. 8- Introdução à Estatística para Metrologia: medição de incerteza, testes de estabilidade e homogeneidade para ferramentas metrológicas (material de referência), ensaios de proficiência, erro tipo I (alfa) e tipo II (beta), implicações táticas. A estatística para a ISO 17025. 9- Introdução à Estatística para Medição de Aspectos Humanos na Gestão Organizacional: liderança, motivação, qualidade de vida, aprendizagem (OMS - WHOQOL-100), IPAQ, OHSAS 18000, AS 8000, ISO 16000, Reverse Evaluation, Clima Organizacional-SUS/SP, Maslow-Huizinga e Learning Organizations.

Bibliografia
BARBIN, D. . Planejamento e Análise Estatística de Experimentos Agronômicos. 1. ed. Arapongas, PR: MIDAS, 2003. v. 1. 208p .
GALILEU – Sistema Galileu de Educação Estatística. 2008. Disponível em www.galileu.esalq.usp.br. Acesso em 12 de Julho de 2012.
Gerald, K. Statistics for Management and Economics. Mason, OH USA: South Western Cengage Learning, 2011. 915p.
KIRAN D. R. Total Quality Management. Ed. London: Butterworth-Heinemann. 2016. 580 p.
MONTGOMERY, D. C. Introduction to Statistical Quality Control. 6 ed. USA: John Wiley & Sons, 2008. 372p.
MONTGOMERY, D. C. Design and Analysis of Experiments.7 ed. USA: John Wiley & Sons, 2008. 680p.
NADAI FERNANDES, E. A. ; BACCHI, M. A. ; SARRIÉS, G. A. ; FERRAZ, E. S. B. . Quality of sugarcane in productive process of ethanol evaluated by INAA. Journal of Radioanalytical and Nuclear Chemistry (Print), v. 282, p. 105-109, 2009.
OAKLAND, J. S. Total Quality Management. USA: Butterworth, 2003. 489p.
SARRIÉS, G. A. Controle Estatístico da Qualidade para Impurezas Minerais em Carregamentos de Cana-de-açúcar. Piracicaba 1997, 88p. Tese (Doutorado) – Centro de Energia Nuclear na Agricultura, Universidade de São Paulo.
SAS – QC Software. Disponivel em : < http://www.sas.com/resources/factsheet/sas-qc-factsheet.pdf> . Acesso em 12 de Julho de 2012. The R Project for Statistical Computing. Disponivel em: < www.r-project.org/. >. Acesso em 12 de Julho de 2012.
SUGA N. Metrology Handbook: The Science of Measurement - 2. Ed. Chicago: Peter Rollings. 2016. 328 p.
VIEIRA, S. Estatística para a Qualidade: como avaliar com precisão a qualidade de
produtos e serviços. Rio de Janeiro: Campus, 2011. 198p.