Piracicaba recebe projeto USP na Comunidade

Versão para impressãoEnviar por email
layout: Serviço de Produções Gráficas
Editoria: 

Em 26 de agosto de 2021, a Universidade de São Paulo (USP), por meio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU), inaugurou no Memorial da América Latina, em São Paulo, os eventos públicos e gratuitos com as unidades móveis do projeto “USP na Comunidade”, dando início a atividades sociais em todo Estado de São Paulo. O projeto disponibiliza duas carretas nomeadas de ‘Saúde e Ciência’ e ‘Cultura e Educação’ para estabelecerem uma via de mão dupla com a sociedade.

Com essa iniciativa, a PRCEU colocará em prática ações que deverão ser desenvolvidas fora dos campi da USP na capital e no interior. As atividades são baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento sustentável (ODS) da Organização da Nações Unidas (ONU). A meta é promover a integração com as comunidades locais e contribuir para melhorias na qualidade de vida, permitindo que docentes, estudantes de graduação e de pós-graduação, além de servidores da USP, promovam atividades de extensão em suas áreas de especialização.

A cidade de Piracicaba será contemplada com a ação entre os dias 4 e 5 de dezembro de 2021, entre 09h e 16h00, com o deslocamento da carreta ‘Saúde e Ciência’. A Estação da Paulista será o local de instalação da unidade móvel e a ação será desenvolvida pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), em parceria com a Prefeitura Municipal de Piracicaba.

À comunidade piracicabana serão transmitidas temáticas que abordem problemas locais, como forma de esclarecimentos e informações à população, envolvendo a saúde dos cidadãos e a ciência na prevenção, diagnósticos e profilaxia. Ainda neste contexto serão apresentadas técnicas agrícolas focadas na agricultura urbana e familiar.

Entre os temas a serem desenvolvidos encontram-se a Febre Maculosa (transmissão, prevenção e profilaxias) | Dengue (transmissão, prevenção e profilaxias) | Agricultura no nosso DNA (técnicas agrícolas focadas na agricultura urbana e familiar) | USP Diversidade (ações de saúde da população).

Durante os dois dias do evento, a programação acontecerá de forma simultânea e todas as atividades serão gratuitas.

Sobre os temas

Febre Maculosa (transmissão, prevenção e profilaxias) – conscientização sobre a Febre Maculosa, com vistas à prevenção contra a enfermidade, minimizando os riscos. Serão destacadas informações sobre a febre maculosa, seus sintomas, tratamentos e medidas preventivas, além de orientações sobre a população de capivara no município, sua importância ecológica e seu papel no processo evolutivo da enfermidade; sobre o carrapato-estrela, vetor do agente causal; sobre outros animais que possam hospedar os carrapatos. A ação estará sob supervisão de membros da Comissão Técnica de Prevenção e Controle da Febre Maculosa no Campus USP Luiz de Queiroz, coordenada pelo prof. Flávio Augusto Portela Santos, com o apoio do prof. Gilberto José de Moraes, bolsistas do Programa Aprender na Comunidade (PRG-USP e outros) e alunos de pós-graduação do Departamento de Entomologia e Acarologia da Esalq.

Dengue (transmissão, prevenção e profilaxias) – conscientização sobre a Dengue, com vistas à prevenção contra a enfermidade, minimizando os riscos com mostra de ações de combate ao mosquito Aedes e cuidados com os resíduos gerados no dia a dia. Acontecerão ações educativas para demonstrar o ciclo reprodutivo/fases do mosquito, reconhecer e diferenciar o mosquito, mostrar os danos causados à saúde, desmistificar ações de controle que não são funcionais no dia a dia e o papel fundamental do cidadão para evitar a propagação do mosquito. Também serão apresentadas informações sobre as responsabilidades do cidadão e da municipalidade no gerenciamento dos resíduos, na redução, reutilização, reciclagem e encaminhamento ambientalmente adequado e como esses cuidados podem contribuir para a redução de doenças pelo mosquito Aedes e outros vetores. Esta ação será coordenada por membros da Comissão Técnica de Combate ao Aedes no Campus USP Luiz de Queiroz e Programa USP Recicla da Prefeitura do Campus USP Luiz de Queiroz.

Horta em casa: o que plantar e como cuidar das hortaliças - conscientização da comunidade sobre as diferentes possibilidades de montagem, produção e controle de hortas urbanas, produção de alimentos caseiros e reutilização de materiais para a produção de alimentos não convencionais. Procedimentos e ações a serem desenvolvidas: serão apresentadas informações voltadas para a agricultura urbana e familiar com instruções, orientações práticas relacionadas a: (i) como produzir hortas, pequenos frutos e plantas não convencionais; (ii) reutilização de materiais na implantação de hortas caseiras; (iii) modelos e funcionamento de vasos auto irrigáveis no cultivo individual de hortaliças; (iv) receitas caseiras para combater as pragas da horta ou jardim; (v) como aproveitar as sementes e raízes para reproduzir os alimentos em ambiente caseiro; (vi) como fazer adubo orgânico e fertilizante líquido caseiro para as plantas; (vii) demonstração do sistema hidropônico de hortaliças, entre outras atividades. Esta ação será coordenada pela Casa do Produtor rural (CPR), ligada à Comissão e ao Serviço de Cultura e Extensão Universitária da Esalq/USP.

USP Diversidade (ações de saúde da população) – com objetivo de alertar para o diagnóstico das doenças mais prevalentes da população brasileira: a hipertensão arterial, o diabetes, HIV, Sífilis, Hepatites B e C. Serão realizados aferição de pressão arterial e testes para diabetes, HIV, Sífilis, Hepatites B e C, além de oficinas de biossegurança e combate à covid-19, exibição de vídeos e documentários de educação em saúde e distribuição de materiais educativos de saúde e de combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Esta ação integra o Programa USP Diversidade, coordenado pela profa. Ana Paula Morais Fernandes, docente da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP, e a realização dos testes será feita com apoio da ONG Barong, CRT DST/Aids do Estado de São Paulo e Programa DST/Aids de Piracicaba da Secretaria Municipal da Saúde.

Das 9h às 16h, nos dias 4 e 5 de dezembro:

- Aferição da pressão arterial;

- Dosagem da glicemia capilar (teste para diabetes);

- Testagem rápida de HIV, Sífilis, Hepatite B e Hepatite C (Programa DST/Aids de Piracicaba)

- Distribuição do autoteste de HIV;

- Distribuição de preservativos e gel lubrificante;

- Orientação e distribuição de material educativo;

- Exposição de painéis da Declaração dos Direitos Humanos;

- Exibição vídeos sobre Direitos Humanos;

- Exibição do documentário “Saúde do homem”

11h e 15h, nos dias 4 e 5 de dezembro: oficina de biossegurança Covid-19: uso, limpeza e descarte correto da máscara, como higienizar adequadamente as mãos com álcool gel (70%).

Apresentações musicais

Nos intervalos das atividades técnicas ocorrerão intervenções musicais com os Grupos Musicais da Esalq.

Realização

O projeto USP na Comunidade - Unidade Móvel – Saúde e Ciência em Piracicaba é uma realização da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP e da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), em parceria com a Prefeitura Municipal de Piracicaba, que conta com o apoio do Campus USP Luiz de Queiroz PUSP-LQ.

Na Esalq, a iniciativa é coordenada pela Comissão de Cultura e Extensão Universitária (CCEx) em conjunto com a Comissão de Relações Institucionais (CRInst).

Serviço

Projeto USP na Comunidade em Piracicaba

Unidade Móvel - Saúde e Ciência

4 e 5 de dezembro de 2021

Das 9h às 16h

Estação da Paulista

Av. Dr. Paulo de Moraes, 1580 - Paulista, Piracicaba/SP

Texto: Alicia Nascimento Aguiar | Mtb 32531 | 24.11.2021